Cabeça de cuia - A opção inteligente

Publicidade

Publicado em 27/12/2006 às 08h11

Medicamentos voltam a ser distribuídos no PiauíRenegociada a dívida, medicamentos voltam a ser distribuídos

Publicidade

Publicidade

O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), se comprometeu a renegociar a dívida que existe com os fornecedores de medicamentos excepcionais. A decisão foi acertada nesta quinta-feira (21), durante reunião realizada no Palácio de Karnak que contou com a presença do governador do Estado, Wellington Dias; da secretária estadual da Saúde, Tatiana Chaves; do secretário estadual de Fazenda, Antônio Neto; e de distribuidores dos medicamentos.

Durante a reunião foi definido que a dívida será paga em três parcelas, com a primeira para esta sexta-feira (22) e as demais para os meses de janeiro e fevereiro de 2007.

De acordo com a secretária estadual da Saúde, Tatiana Chaves, a renegociação da dívida garante a distribuição dos medicamentos excepcionais que estavam em falta. ?Os fornecedores se comprometeram a cumprir o que foi firmado na reunião e com isso temos a garantia de que não irá haver falta desses medicamentos nos próximos meses. Vale lembrar que apenas alguns tipos estavam em falta, porque a maioria deles nós temos em estoque?, diz.

A secretária explica que ficou definido para 2007 um melhor planejamento financeiro e também de gestão no tocante ao Programa de Medicamento Excepcional, sendo que uma das medidas será a descentralização da entrega dos medicamentos. ?A partir de 2007, os medicamentos poderão ser entregues nas regionais de saúde, o que facilitará o acesso dos pacientes aos medicamentos?, garante Tatiana Chaves.

Atualmente, o Programa de Medicamentos Excepcionais atende cerca de 6 mil pacientes em todo o Estado, com a distribuição de 136 tipos de medicamentos. Mensalmente, o Programa recebe cerca de 500 a 600 novos pacientes.
Fonte: Portal da Clube

Enviar por E-mail

Comentários

carregando os comentários...