Cabeça de cuia - A opção inteligente

Publicidade

Publicado em 13/11/2009 às 19h15

Alunos municipais respondem a simulação da Prova Brasil

Publicidade

Publicidade

Alunos municipais respondem a simulação da Prova Brasil

Divulgação

Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Santa Maria da Codipi, zona Norte de Teresina, responderam hoje (13) a provas simuladas da Prova Brasil. A atividade faz parte da preparação dos alunos para a Prova Brasil, a ser aplicada pelo Ministério da Educação até o próximo dia 27 de novembro.

O simulado foi elaborado a partir de questões disponibilizadas aos professores pela Gerência de Formação da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e de itens constantes das edições de 2005 e 2007 da Prova Brasil.

De acordo com o professor do 5º ano do Ensino Fundamental na E. M. Santa Maria da Codipi, Bartolomeu Almeida, a simulação do ambiente da Prova Brasil serve não apenas para verificar o nível de aprendizagem dos alunos, mas também para prepará-los psicologicamente para o exame.

“A Prova Brasil é aplicada por um ente externo à escola, pessoas com as quais os alunos não possuem nenhuma relação. Isso pode acarretar estresse e nervosismo e interferir no desempenho dos estudantes. Assim, preparamos os simulados, a fim de que eles se familiarizem com o tipo de questões que serão cobradas e com a dinâmica de marcação das respostas no gabarito. Utilizamos questões já cobradas na Prova Brasil de outros anos e questões e dicas que nos foram apresentadas durante os encontros de formação continuada. Esses encontros são muito importantes, porque nos ajudam a melhorar a nossa metodologia, de forma a facilitar a aprendizagem dos alunos”, considerou Bartolomeu Almeida.

AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS
Célia Muniz, professora do 5º ano do Ensino Fundamental na E. M. Santa Maria da Codipi, destacou que os simulados estão sendo realizados uma vez por semana, desde agosto.

“Nossos alunos fazem simulados de Língua Portuguesa e Matemática uma vez por semana, como preparação para a Prova Brasil. Como a aplicação da prova pode ser marcada pelo MEC a qualquer momento, resolvemos intensificar essa preparação e, na próxima semana, eles farão um simulado de Língua Portuguesa e dois de Matemática”, disse a professora.

Para Célia Muniz, o mais importante é a avaliação do desempenho dos estudantes nas provas simuladas: “Nós tabulamos os resultados e os apresentamos aos alunos. No simulado da semana passada, por exemplo, na turma 15AM, dos 33 alunos, 19 obtiveram 70% de acertos ou mais; oito alunos acertaram de 50% a 69% e apenas seis estudantes acertaram menos de 50% do simulado. Depois, fazemos a reescrita das provas, que consiste na resolução em conjunto de todas as questões e no reforço das habilidades em que eles apresentaram dificuldades. Essa ação faz com que o aluno entenda por que errou a questão e estimula o seu raciocínio”, explicou.

Com apenas 10 anos, a aluna Camila Mota falou sobre a preparação para a Prova Brasil na E. M. Santa Maria da Codipi: “Os professores nos preparam para a essa avaliação desde o início do ano, não só com os simulados, mas também com atividades práticas, dentro e fora da sala de aula. É divertido resolvermos no pátio atividades de cálculo de área, ângulos e perímetros. Sei que a Prova Brasil é muito importante, porque avalia a qualidade do ensino em nossa escola e em todas as escolas públicas do país. Ela é o nosso primeiro vestibular e nós estamos preparados”, pontuou.

Até o dia 27 de novembro, o Ministério da Educação aplica a Prova Brasil com os alunos do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental de todas as escolas públicas localizadas em áreas urbanas e rurais do país com mais de 20 alunos em cada série. Os resultados da Prova Brasil são a base para calcular o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) de cada município e escola.

Enviar por E-mail

Comentários

carregando os comentários...