Cabeça de cuia - A opção inteligente

Mundo Cão

Publicidade

Publicado em 21/08/2012 às 06h19

Estuprador de seis adolescentes fez fotos de uma vítima despida

Publicidade

Publicidade

O ex-presidiário Moisés da Cruz Pinto, 39 anos, que abusou de seis adolescentes com idades entre 12 e 17 anos nos últimos dois meses, responderá pelos crimes de estupro, estupro de vulnerável, roubo e pornografia infantil. Depois de preso por investigadores da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), na casa de um irmão, no bairro de Sussuarana, no domingo (19), ele já foi reconhecido por quatro vítimas.

Ouvido pela titular da Dercca, delegada Ana Crícia de Araújo, o criminoso confessou que escolhia os garotos em locais como lan houses e shopping centers de diferentes bairros de Salvador. Moisés se apresentava aos adolescentes como representante de um projeto social para inclusão de jovens em situação de risco no mercado de trabalho. “Desta maneira, também conseguia ganhar a confiança dos pais das vítimas”, disse a delegada.

Para praticar os crimes, alugou imóveis em diferentes bairros como Mata Escura, Marechal Rondon e Pirajá, onde marcava encontros com os adolescentes. Nestes locais, dopava os garotos com Diazepam e praticava os abusos. Além de roubar os celulares de duas vítimas, em outra ocasião fez fotos de um adolescente nu. O criminoso, que já cumpriu pena por estupro, entre 2003 e 2009, na Penitenciária Lemos Brito, se encontra custodiado na carceragem da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), à disposição da Justiça.

Jornal da Mídia

Enviar por E-mail

Comentários

carregando os comentários...