Cabeça de cuia - A opção inteligente

Publicidade

Publicado em 09/11/2011 às 21h57

Bebê tem o rosto cortado por bisturi durante o parto em Manaus (AM)

Publicidade

Publicidade

A Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas (Susam) abriu uma sindicância na maternidade Instituto da Mulher Dona Lindu, por conta da denúncia de que um recém-nascido sofreu um corte no rosto com um bisturi feito pelo médico responsável pela cesariana.

A mãe, Constância Caldas da Silva, teria dito ao médico, identificado apenas como Daniel, que este seria seu segundo filho e que o primeiro também precisou de cesariana, mas mesmo assim ele optou por aguardar oito horas para tentativa de um parto normal, o que não aconteceu. Quem deu a informação foi sua irmã, Ruth Caldas da Silva:

- Minha irmã contou que o médico chegou com ela ainda na sala de cirurgia e disse que sua bebê não ia ser mostrada a ela porque estaria na UTI por ter sido cortada no parto, mas não explicou mais nada.

A garota teve alta da UTI na tarde desta quarta e não corre risco de morte.

Fonte: Redação com Estado de Minas

Enviar por E-mail

Comentários

carregando os comentários...