Política Sexta, 18 de Abril de 2014

Polícia procura ""vampiro do bem" que atacou 15 jovens


06/11/2007 - 09h45min

O delegado Darci de Oliveira do 4º Distrito Policial de Presidente Prudente, a 656 km a oeste de São Paulo, recebeu nesta segunda-feira, o expediente contendo três boletins de ocorrência em que pais de adolescentes denunciaram, durante o final de semana, que seus filhos estariam sendo aliciados por um homem identificado como Wladi Hacamia com a promessa de serem transformados em vampiros. O processo inicia com uma mordida no pescoço dos jovens.

A Polícia Civil já identificou o suspeito como sendo Vandeir Máximo da Silva. Ele tem 27 anos, branco, que sempre veste roupas de cor preta, reside no Jardim Esplanada, em Prudente, porém, permanece foragido.

Este homem estaria aliciando os adolescentes para que participassem da seita "Legião de Salvadores do Mundo", onde ele (Wladi) promete aos menores poderes sobrenaturais como a imortalidade, pois vai transformá-los em anjos dotados de asas, que serão vampiros e guardiões de cemitérios.

A situação provocou preocupação às famílias da região que possuem filhos adolescentes.

De acordo com os pais, alguns dos menores que tiveram contato com o Wladi passaram a apresentar diferença de comportamento, apresentam marcas de mordidas no pescoço e alguns cortes feitos com estiletes nos braços.

Mais de 15 jovens com idades entre 13 e 16 anos já foram mordidos pelo que eles mesmo chamam de "vampiro do bem".

O suspeito teria abordado os adolescentes em um shopping da cidade e nas imediações de algumas escolas. Ele convida os jovens de ambos os sexos para reuniões na praça das Cerejeiras que fica no Jardim Icaray em Prudente. Depois ele convence os jovens acompanhá-lo no período da noite, até um sítio onde ele demonstra agilidades físicas em uma espécie de luta, mostra suas asas e inicia os menores mordendo-os na região do pescoço. De acordo com os jovens, o autor pretendia levá-los para São Paulo, onde ele dizia estar montado o templo principal da seita.

Um dos adolescentes que acompanhou rito, disse com convicção ter visto as asas do vampiro, seus olhos mudarem de cor e os dentes caninos crescer entre três a quatro centímetros.

O menino contou que participou de uma reunião onde além dele, outros 14 jovens, sendo três meninas, foram mordidos por Wladi que se dizia ser um vampiro do bem. O jovem ainda disse que quando foi mordido, sentiu algo como se fosse uma injeção no pescoço.

Devido às marcas encontradas nas vítimas, a polícia instaurou inquérito sobre crime de lesão corporal.

O suposto autor chegou a ser visto pelos pais de um dos menores influenciado, mas conseguiu fugir e não foi mais visto.

"Vamos dar seqüência às investigações e ouvir os jovens vitimados por esta pessoa. Depende muito do depoimento de cada um dos jovens vitimados para que a polícia possa indiciar o suspeito. Depois de ouvidos os adolescentes, o próximo passo será a localização do autor para que ele possa prestar declarações sobre os fatos", disse o delegado.

Fonte: Cícero Affonso / Terra


Palavras-chave: vampiro


Comentários (0)

Nenhum comentário

Comentar


feed
facebook
twitter

Desenvolva seu site - Mundi Brasil