Cidades Quinta, 17 de Abril de 2014

Palmeirais tenta viabilizar o I Festival do Pequi


24/08/2009 - 11h27min

Foto: José Felipe Ribeiro

Rico em vitaminas A, C, E, em carotenóides, sais minerais, afrodisíaco, expectorante ‘de primeira’, usado na medicina natural, o pequi, produzido em grande escala em toda a extensão do município de Palmeirais (a 108 quilômetros de Teresina), deverá melhorar a economia da região através do I Festival do Pequi, que deverá acontecer entre dezembro e janeiro na cidade.

Pequi com arroz, pequi com costela de gado, doce de pequi, geléia de pequi, frango com pequi, pequi com feijão, cuscuz com pequi, conserva de pequi, macarrão com pequi, peixe no caldo de pequi, leite com pequi, licor de pequi, lambedor de pequi, pequi com mel, polpa de pequi, azeite de pequi... Enfim, é uma fruta nativa do cerrado brasileiro muito usada na cozinha.

‘E não acabou: a amêndoa do pequi é comestível e muito saborosa. É utilizada na indústria de cosméticos para a produção de sabonetes, cremes e batons, usados para fortalecer a pele. A casca do pequi é usada para a alimentação de gado e ainda pode produzir tinta para o trabalho artesanal’, ensina o secretário municipal do Meio Ambiente de Palmeirais, José Ribamar Soares Costa.

Para viabilizar o I Festival do Pequi, os secretários do município de Palmeirais, José Ribamar Soares Costa (Meio Ambiente), Ronério José Ribeiro de Sousa (Cultura) e Francisco Camilo Alencar, o ‘Sambaíbinha’ (Agricultura) já se reuniram e constataram que a fruta é abundante em toda a extensão do município, 1.360 quilômetros quadrados, fazendo divisa com Nazária, Curralinhos, São Pedro e Amarante.

‘Vamos manter contatos com o Sebrae para ministrar cursos de manejo do pequi para a nossa comunidade. Não podemos permitir que a fruta fique estragando nas chapadas’, observa Ronério.

A Prefeitura Municipal de Palmeirais também ainda deverá entrar em contato com o Governo do Estado do Piauí para ajudar a viabilizar o Festival do Pequi. 

A previsão do festival para dezembro e janeiro é devido a época da safra da fruta.

‘Em São João teve o Festival da Uva, a Festa da Melancia em Jatobá do Piauí, o CajuFestMel, em Picos, o festival das opalas, de Pedro II, estivemos analisando a nossa potencialidade e constatamos que a nossa produção de pequi em Palmeirais é grandiosa, precisamos fazer com que as comunidades aproveitem melhor o fruto, que é rico em vitaminas e de grande poder medicinal’, explica o secretário ‘Sambaíbinha’.


Palavras-chave: Palmeirais , pequi , festival do pequi


Comentários (0)

Nenhum comentário

Comentar


feed
facebook
twitter

Desenvolva seu site - Mundi Brasil