Policial Sábado, 19 de Abril de 2014

Homem faz orgia com dois travestis em motel , não paga a conta e acaba na delegacia


25/10/2010 - 12h12min

Comeram, beberam e na ho­ra de fechar a conta, cadê o dinheiro? Nada. Policiais militares prenderam um ex-presidiário na saída de um motel, ontem pela manhã. O motivo? Não queria pagar o débito. Além dis­so, o acusado furtou um aparelho de DVD. William Edval de Santana, de 30 anos, foi ao mo­tel Eros, em Afogados, acompanhado de dois travestis. Passaram a madrugada bebericando cervejas, uísques, energéticos e degustando camarões. A conta extrapolou mais de R$ 300. O acusado ainda pediu para uma das “acompanhantes” pagar o táxi, que levou o trio para o estabele­cimento. O valor da corrida? R$ 6.

De acordo com uma das travestis, William encontrou a dupla enquanto elas faziam pon­to em Afogados. Combinou o programa, por R$ 30, e levou as duas para o motel de táxi. William até tentou oferecer uma garrafa de uísque do estabelecimento para pagar a corrida, porém, o taxista queria o pagamento em dinheiro. “Quando a gente chegou, ele pediu para a outra travesti pagar o táxi, porque ele disse que estava com dinheiro grande pegado. E disse que pagaria quanto fosse acertar com a gente”, disse a acompanhante.

Questionada sobre o que aconteceu entre as quatro paredes, a travesti foi direta: “Ele disse: ‘Dinheiro não é problema. Pode pedir o que quiser. Cerve­ja, uísque, camarão’. A gente começou a beber, né?”, disse ela. “Depois da gente beber, nós (William e ela) tivemos relação”.

Na saída, o trio pediu ao mo­tel para chamar um táxi e o gerente suspeitou. Mandou uma funcionária verificar o quarto e descobriu que o aparelho su­miu. “Por isso chamamos a po­lícia”, justificou o gerente Alexandre Borba. “Ele confessou tudo. Disse que havia furtado o aparelho e jogou o equipamento pela janela. Mas não disse o motivo”, contou o soldado Natalino Gomes. William foi autuado por furto na Delegacia da Várzea. Pela terceira vez, William foi encaminhado para o Cotel. Pela mesma acusação.

Fonte: José Accioly / Folha de Pernambuco


Palavras-chave: orgia


Comentários (0)

Nenhum comentário

Comentar


feed
facebook
twitter

Desenvolva seu site - Mundi Brasil