Cabeça de cuia - A opção inteligente

Publicidade

Publicado em 13/04/2009 às 11h30

Saiba onde se inscrever no programa "Minha Casa, Minha Vida"

Publicidade

Publicidade

Saiba onde se inscrever no programa "Minha Casa, Minha Vida"

Já começou o cadastramento de interessados no pacote habitacional do governo federal, "Minha Casa, Minha Vida". Devem se registrar pessoas que querem comprar casas e também projetos de empresas para a construção das moradias.

Em contato com a assessoria de imprensa do Ministério das Cidades, o www.cabecadecuia.com foi informado que não haverá um local único de inscrição. Os interessados devem se dirigir às prefeituras de suas cidades, que serão responsáveis pelas inscrições locais.

O cadastramento para pessoas físicas com renda mensal de 0 a 3 salários mínimos será realizado pelos estados e municípios e as datas e os locais serão amplamente divulgados regionalmente. As inscrições são gratuitas.

Para os que ganham de 3 a 10 salários mínimos, já é possível fazer a simulação em link especial no site da Caixa, no endereço www.caixa.gov.br. No portal há, ainda, cartilhas com todas as informações do programa.

Para se inscrever no Piauí, basta acessar o site daAgência de Desenvolvimento Habitacional.  

Ao comentar o início do cadastramento, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o pacote precisa de um “tempo de maturação” para que a população possa perceber os primeiros resultados.  “É um desafio para o governo, para as prefeituras, para os estados, para os empresários”, disse, em seu programa semanal "Café com o Presidente", ao se referir à promessa de construção de 1 milhão de casas.

Para Lula, o pacote habitacional vai permitir “aperfeiçoamento” e “amadurecimento” ao país. Ele destacou que o objetivo do plano é abrir caminho para “respostas” ao déficit habitacional brasileiro e para os níveis de desemprego, sobretudo em tempos de crise financeira internacional.

O programa destina-se ao público com faixa de renda entre três e dez salários mínimos. Estima-se que, nessa faixa de renda, exista um público-alvo de 4 milhões de pessoas, na base de clientes do Banco do Brasil, um dos financiadores do projeto.

Não deixe de ler Caixa inicia programa 'Minha Casa, Minha Vida'

Fonte: Com informações do Abril.com

Enviar por E-mail

Comentários

carregando os comentários...